LGPD na relação com os fornecedores

LGPD no dia a dia da sua relação com os fornecedores

Os contratos de prestação de serviços com seus terceirizados deverão ser analisados e os prestadores de serviço alocados ou não nas suas dependências também deverão estar em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). A Executiva Outsourcing explica, neste artigo, como se orientar para garantir adequação à LGPD no dia a dia da sua relação com os fornecedores.

Para compreender sua responsabilidade no processo de adequação de todos os agentes que operam na sua cadeia de produção, é preciso entender como a LGPD entende a delimitação de responsabilidades.

Há, na lei, a expressa previsão de responsabilidade tanto do controlador como do operador de dados pessoais. Ou seja, qualquer falha passível de penalidade ou multa será de responsabilidade compartilhada entre seu negócio e o fornecedor. Sendo você o controlador dos dados, é preciso se preparar para que essas responsabilidades sejam sempre direcionadas a você, mesmo que a falha ocorra na operação de dados executada pela empresa contratada.

Diálogos e comunicações entre tomadores e fornecedores

Cada detalhe da sua operação merece o importante cuidado com a adequação à LGPD.

As comunicações cotidianas são também fonte de riscos.

A troca de informações entre os colaboradores, bem como o compartilhamento de informações nas redes sociais.

Grupos de WhatsApp e fóruns de debate internos, muitas vezes desenvolvidos em sistema de intranet, incluindo ações de divulgação de dados em murais dentro da empresa. Tudo deverá estar adequado à LGPD.

A proteção não se restringe aos dados digitais

A Executiva Outsourcing investe na máxima qualificação das pessoas do #TeamExecutivaOutsourcing desde o início dos debates sobre a nova Lei. Neste período, observamos o quanto temos a avançar na informação de toda a sociedade sobre os parâmetros da LGPD.

Um dos enganos mais comuns é acreditarem que a lei protege apenas os dados digitais, e isso pode comprometer e muito sua segurança na relação diária com os fornecedores.

A LGPD distingue dados de documentos digitais dos dados de documentos físicos. Neste ponto, retomamos o artigo 1º da LGPD para sua compreensão:

“Esta Lei dispõe sobre o tratamento de dados pessoais, inclusive nos meios digitais, por pessoa natural ou por pessoa jurídica de direito público ou privado, com o objetivo de proteger os direitos fundamentais de liberdade e de privacidade e o livre desenvolvimento da personalidade da pessoa natural.”

Acesse aqui a íntegra da LGPD.

Fluxos de Trabalho: transparência e capacitação

Existe a cultura da auditoria permanente na sua empresa? Pois muito pode ser resolvido por meio dela.

A análise dos fluxos de trabalho eficaz é um sistema complexo de ações:

  • mapeamento das atividades e dos responsáveis pela gestão das etapas,
  • análise de todos os documentos e dados que compõem ,
  • conscientização de todos os colaboradores envolvidos (próprios e terceiros),
  • engajamento de todas as áreas da empresa,
  • identificação de dados que necessitem de consentimento de empregado.

Este último item é de total relevância. Sua empresa precisa estar resguardada para eventuais questionamentos por parte dos fornecedores e colaboradores terceiros sobre o tratamento dos dados dos terceiros na sua empresa.

Seja colaborador interno ou terceirizado, o titular dos dados poderá solicitar a transparência com o uso de dados pessoais durante e depois do encerramento de um contrato.

Em caso de rescisão do contrato, seu negócio fica com a responsabilidade de analisar quais dados pessoais devem ser eliminados da operação de armazenamento e tratamento e quais devem ser mantidos para atender às demandas de fiscalizações.

Gestão de Terceiros com adequação à LGPD

Desenvolver e implementar políticas e sistemas de governança em proteção de dados é algo complexo e passa por inúmeros detalhes:

  • treinar colaboradores;
  • revisar e adequar contratos com colaboradores, fornecedores e clientes;
  • revisar e adequar todo o sistema de contratação tanto na Gestão de Pessoas como na Gestão de Compras;
  • estabelecer maturidade para guarda de documentos (digitais e físicos);
  • adotar auditoria permanente para contemplar a LGPD na adequação dos fornecedores.

É fundamental que sua relação com fornecedores seja fonte de melhor performance e resultado, não de mais riscos de passivos

A Executiva Outsourcing criou o SG3, sistema próprio de gestão permanente de todas as obrigações legais que envolvem a terceirização.

Com nossa tecnologia, seu negócio ganha comunicação de dados criptografada do início ao fim. E o que torna nossa solução ainda mais segura é a hospedagem.

O SG3 é 100% em nuvem, dispensando instalações físicas para executar todas as suas funcionalidades. Todos os serviços e dados são armazenados em ambiente cloud Amazon, garantindo conformidade com todos os órgãos normativos do mundo.

Para conferir todas as funcionalidades, confira o vídeo:

Conheça o SG3 e entre em contato: Matriz (41) 3668-7782 | Vendas comercial (11) 93414-7700 | Filial São Paulo (11) 4502-1146 | E-mail comercial@executiva.com.br.

Aproveite para aprender mais sobre o impacto da LGPD no seu negócio em nosso site.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email